Projeto de lei do PSL quer criminalizar jogos violentos no Brasil

O projeto de lei do deputado federal do PSL de São Paulo, Júnior Bozella, quer criminalizar jogos violentos no Brasil.

Criminaliza o desenvolvimento, a importação, a venda, a cessão, o empréstimo, a disponibilização ou o aluguel de aplicativos ou jogos eletrônicos com conteúdo que incite a violência e dá outras providências.

Atualmente, o projeto de lei aguarda despacho do presidente da Câmara, Rodrigo Maia para iniciar a sua tramitação.

Projeto do deputado Júnior Bozzella (PSL-SP) propõe detenção de três a seis meses ou multa para quem desenvolve ou distribui jogos violentos no país.

Sem comentários até então.

Fazer Comentário: